face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

domingo, 30 de maio de 2010

Mistério

Mistério...
Algo esguio,
tem manto que voa ao vento...
Vive em fendas,
Noites chuvosas,
Noites Londrinas.

E tudo fica turvo,
quase cego,
neblina...
o vento canta entre a alma e o espírito.

E surge um vulto,
olhar fixo...
penetrante,
e tudo é suspensivo,
o passo é impreciso,
os olhos traem.

Fecho-os em sinal de respeito,
respeito ao que aparece às fendas,
ao enigma...
Me torno parte do escuro
E no feixo de luz apareço
e o corpo reage...
Então era você?
Num abraço mortal me absorve...
É assim que meu silêncio,
meu mistério ganha do meu explicito.

David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário