face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O Sacrifício

E quando o que te cria te amaldiçoa
e quando o que tens zelo te magoa,
o que fazer?

Quando tudo que quero é sumir,
se meu patamar é alto só quero cair,
quero te negar,
te fazer chorar...
sinta e respire minha mágoa no ar,
que ela seja como seu perfume de culpa...
sinta minha amargura.
Se lembre da minha candura,
da tua maldição,
das palavras que me levaram à perdição...

Queria meus dias finalizar...
fazer tu pensar em que me fizesse,
que agora teu dia anoitece,
e jamais terá o sol...

Queria te mostrar o quanto te quis bem,
e tu veio à mim, tirou do além,
palavras amargas e me fez engolir...
e com punhaladas ficou a sorrir...
mataste o teu filho querido,
nasceu um rebento partido,
um sorriso partido,
um martírio.

No sacrificio Ninguém interviu.


David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário