face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

domingo, 3 de outubro de 2010

Papiro

Ultimamente nada tenho a passar para o papel,
como se ao invez da pena virei o papiro,
só que não posso ver o que me é escrito...

Tenho vontade de poder riscar,
marcar o pedaço meu em alguém,
mas o que me é possivel é diferente...

Queria saber pelo menos de que fibra sou feito,
se de papiro do nilo ou de alguma prefeitura,
queria saber por que me molhas,
e não simplesmente faz logo tua escritura.

Era verde...
agora seco estou,
sempre tive minha parte morta,
mas agora toda ela sou.

Será que custa muito me queimar?
Ouvi dizer que cinzas voam livremente pelo ar...
aqui estou preso,
aqui será que vou ficar?
Antes pendia para onde o vento soprava,
agora não tenho nem ar...

Papiro a vácuo,
não sei se muito mais vou aguentar,
quero logo uma coisa,
sair desse estado,
sair desse lugar.

Quem sabe um papiro mergulhando no azul do mar,
ou estalando numa fogueira,
quero mesmo é...
mudança...
mudança ligeira.


Papiro Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário