face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Maldição de Midas

Ultimamente ando com sede,
toda água que vou beber fica amarga,
sou obrigado dela engolir,
e ficar quieto sob a dor...


Cada sonho compartilhado é uma pedrada,
talvez esteja me moldado à ser gente,
não confiar em nada nem ninguém,
e a ti ser indiferente.


Não tenho muito a responder,
só que infelizmente minha alma está em pranto,
queria tanto escrever coisas belas,
mas o que toco vira cinzas,
e sinto a maldição de midas,
só que comigo tudo se dissolve...


Espero algum mortal ajudar,
com essas palavras jogadas à terra,
e que ela venha a rachar,
mostrar suas ranhuras e suas pedras...
Espero que eu consiga mostrar que tu não é sozinho,
se tu tens dor eu também ja tive,
espero que isso te ajude,
te ative...
pois a morte d´alma chega logo,
só que dela temos que fugir,
buscar forças de um elixir profundo,
elixir ilusório.




David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário