face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

sábado, 6 de novembro de 2010

Tempo Parado Maldito Corrido

Sinto sede de algo que ainda não tem nome,
As vezes sinto que a felicidade some,
Sinto fome...

As horas não passam,
e correm os dias,
sempre os mesmos...
sempre iguais...
Ah... não faz importância,
Ou faz?

Viver para o desgaste rotineiro,
ser sempre batido,
amassado e dobrado pelo ferreiro.
Indo no relojoeiro e chorando as horas perdidas,
Culpando a vida bandida,
cultivo minhas mentiras,
narcisa...
Ouço Maísa.

Meus gritos no gutural,
encontro na música... metal,
o orgulho de um narcisista,
o toque de um arista,
encontro no ritmo portenho...
no tango.
sou mistura de santo,
santo e carnal,
quero o bem e quero o mal.
E que isso que eu sinto...
Seja um tanto menos brutal.


David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário