face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Chafariz e o Aniz



No Silêncio corre o pranto,
ninguém vê...
lamenta por não ser igual a todos,
e por ninguém,
ninguém sequer o ver.

A pureza é prontamente estranhada,
entra a malícia tentando tudo mudar,
fazendo o branco negro ficar,
impregnado,
sujo e arruinado.
Leva ao alcool...
ao excesso.

Ainda acredito que dentro de todos ha uma criança sufocada,
ouço seus gritos quietinhos...
seus soluços juvenis...

Ela ainda sorri,
ainda se vê feliz,
ou pelo menos acredita que pode ser feliz.
Ao Chafariz rí ao brincar com aniz,
e o riso mantém,
a té ele sumir e no rosto ficar a sombra,
a sobra de felicidade...


David Weydson

Um comentário:

  1. Cara, seus poemas são simplesmente fenomenais.
    Te indiquei um selo no blog. Dê uma olhada depois.
    http://psicotizzando.blogspot.com/2010/12/selos_23.html

    ResponderExcluir