face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Café e Cigarro


Dias fazendo rotina,
mais um dia de pão amanhecido,
café preto no copo,
um cigarro pra parar de tremer.

Ainda em transe entra no onibus,
ainda sonhando vê seus amantes de olhos fechados,
o travesseiro ainda amassado,
a cama por fazer,
o sono a entorpecer o corpo moído do cansaço,
em busca do salário e do pão que chega novo,
quando todo o dia passa,
e todo o tempo desata em dores nos músculos,
sonhos fajutos ao ver comerciais em sua televisão.

Assiste o jornal,
depois a novela,
sonha no comercial,
conta moeda pra o onibus de amanhã...
o pão ainda ta fresco,
come assistindo vidrado,
toma um banho merecido,
e lembra do marisco que comeu na praia,
no fim do ano...

"A vida podia ser de sol e mar,
pena que é só pra gente rica..."

Fecha o olho e dorme...
E tudo se repete.


David Weydson

2 comentários:

  1. Andei vagando pelo teu blog e pude perceber que minh'alma expelia ares poéticos vindos de tua lírica, David.Um contágio viciante e facilmente de ser tragado devido à tua sagacidade em versejar. Enfim, um texto que li e pude compreender quantos escritores bons está prestes a surgir em nosso país. Sou um leitor fiel de teu blog, de tua lírica...

    ResponderExcluir
  2. Nossa... recebi um comentário do Escritor do Vermificando Seres... Até assustei pois leio pra caramba seu blog, gosto demais da sua escrita também, você tem uma escrita leve, que leva a querer ler mais e mais, não é penosa, é prazerosa...
    E como você comentou dos escritores bons do nosso país... aqui ja estamos em 2 \o/
    Isso é ótimo
    Um abração e obrigado pelo comentário

    ResponderExcluir