face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Diário de um Psicopata


Quantas vezes não ja ansiei uma faca a cortar,
minhas mãos à guiar a lâmina precisa e a pele a acolher-la,
a pele chorando sangue,
fazendo do momento da dor alheia extremo prazer...
Eles sempre fazer por merecer,
afinal... são humanos.
Estou somente fazendo um bem ao mundo,
à humanidade...

Quantas lágrimas ja vi escorrer misturadas com o sangue,
observava atento,
aos músculos contraindo,
sendo quebrados e ainda sim reagindo...

Asfixia,
envenenamento,
overdose,
tortura...

Tantas coisas para fazer,
aproveito bem os meus escolhidos...
tenho um quadro escrito de sangue...
cada palavra uma pessoa diferente.
E rio...

Danço na chuva de ferro líquido vermelho,
Vejo o limite dos meus maxilares mordendo a carne acolhedora,
ouço a música dos ossos à quebrar.
Vejo o mundo rodar,
e eu a descartar mais um corpo inútil...
Vulgar...

Ja escrevi muito...
um beijo aos que ficam,
Agora vou matar.
Pintar com sangue,
e minha arte terminar.
A arte de mais um dia de sangue,
memórias a esquecer e almas ceifar.

PS: Sou totalmente são...
Não sou louco, só tenho um olhar refinado do mundo.


David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário