face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Nightlife


Há um silêncio profundo entre as estrelas,
o brilho é ofuscado pela luz da cidade,
o céu não é mais negro,
é dourado... e triste.

Pela minha janela entra o ar frio da madrugada,
fecho os olhos e aprecio o momento,
deixo a música tocando,
repetidas vezes...

Me perguntam por quê gosto tanto da noite,
tolos...
não apreciam dela o prazer...
tão bela e inspiradora,
prepara o melhor momento para o amanhecer.

No relógio o tempo passa rápido,
mas... ao mesmo tempo é tão lento,
olho duas... cinco... sete vezes...
ainda são 5:07.

Meu espelho refletindo o mesmo ato,
a luz que entra e se esparrama na parede é a mesma,
coloquei um quadro novo perante mim,
ele é mais belo à noite.
Vira um portal,
meus olhos procuram por imagens,
mas a claridade do notebook me incandeia...
e quando as luzes são enfim desligadas,
o sol começa a amanhecer.

Noite adentro jogo minhas preces,
de maneira a pedir por pessoas que gosto,
por nomes desconhecidos que vêem à minha mente,
por Josés que procuram seus pentes,
para que possam ir trabalhar.
Por prostitutas e por meninas ingênuas,
que choram quietinhas,
se deixam suas lágrimas timidas a borrar suas faces.
Oro pelos que dormem,
pelos que morrem para que sintam menos dor.
Oro para que reacenda a vida,
nos que desistiram do amor.

Essa é minha vida,
muitos julgam outras coisas,
mas ela é só isso mesmo.


David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário