face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Poema Ruim que precisava escrever

Me fecho,
me aquieto e vou...

Vou envelhecendo,
vou crescendo e vou morrendo a cada dia...

Cada dia menos um dia,
menos um dia de agonia...

Vou e vou...

Dizem que o amor aparece quando não se quér,
sigo tantos dias pela esperança de um dia o encontrar...

Chega de paixão a me iludir,
me ludibriar...

De dois em dois o texto é feito,
e de todos os medos a gente se esconde.

um novo horizonte,
um novo parecer...

Viver
Crecer
Morrer.


David Weydson

Nenhum comentário:

Postar um comentário