face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Lete

Olho cenas de um passado nunca vivido,
não por mim...
se é possível ter alzeimer de forma seletiva tenho,
mas quem dita as regras é um eu que não possuo contato,
um entediado responsável pela repartição do esquecimento.
Muito competente, tenho dito!

Melhores amigos, com rostos conhecidos em uma memória tão longínqua,
tão nublada que meus pensamentos tem mais corpo que minha lembrança,
histórias para mim contadas e imaginadas tem mais aparência,
são mais palpáveis daqueles que um dia me chamaram "amigo".

E tudo mudou tanto, mas a essência sempre é a mesma,
porém chegar nela é mui custoso...
requer passeio por caminhos novos e devera assustadores para os acostumados com os brotos que haviam em mim...
a floresta está monumental,
meu conhecimento aflorado prestes a dar frutos.
Frutos de árvores cansadas de tanto crescer...

Não tenha medo,
ele gosta de assustar os outros,
é uma boa pessoa eu sei,
na verdade, é mais que isso...
são muitas pessoas boas e más em um corpo.

Acreditava que ele não ia longe,
me enganei,
seus olhos cansados escondem garra cozida em fogo baixo de uma paciência maldita que o queimava lentamente.

(Isso vai longe)