face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

terça-feira, 10 de novembro de 2015

1 dia

Minha face é mesmo essa seca,
de olhar distante,
tirando do chão o olhar que ele varre...

Os suspiros longos,
tentando sorver o final do cheiro que já não aparece mais,
olhos secos e ossos moles...

Olhem para mim,
vejam o quanto estou perdido,
meus pensamentos são distantes...
vivo outro mundo.

Encosto na lápide desse amor,
e agora sem rumo só vejo o sol caminhar pelo céu que já não tem tantas estrelas,
as árvores se compadecem e me cobrem com suas sombras,
o vento me acaricia o rosto por carinho...

Sou um bichinho ferido,
no meu jardim secreto,
cada dia mais nele e longe do que não é discreto,
vivo sem teto,
mergulhando no esquecimento nu,
sem hesitar aceitando meu destino...

Minha mente aos poucos faz por mim,
eu pedi um dia pra respirar,
sair do que me trazia agonia,
é o fim de meu dia...
É hora dela voltar...


Alguém que esqueceu o próprio nome

Nenhum comentário:

Postar um comentário