face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

quinta-feira, 3 de março de 2016

Feito do fogo

Olhar impassível diante da chama
pequena de uma vela,
cheiro quente rápido e leve,
quem sabe me eleve
entre os tons azuis de quem me chama

Ardo

Doo meu aconchego aos que procuram,
fogo faz mesmo isso,
apago e ascendo em outro canto,
destruo seu recanto,
afino seus tambores,
junto sua família.

Flagelo
Mudo
Crio

Sopra meu respiro,
aquece teu peito
Derreta seu gelo
enquanto inda queimo

Mudo
Emudeço
Criando avesso
Trazendo essência de novo

Apago...
Memória de fogo ficou...
BRASAS, CINZAS

Chama
vê-la
leve,
E
leve
me
ama

Ar
dos
que
procuram...
isso
canto
re-canto...

amores
ilhas

Gelo
do
rio

Meu
peito
seu
imo

Ando
mudo
traz
de novo

Pago
Fico
Brazas



David Vilela