face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

sábado, 15 de abril de 2017

Escreve louco varrido,
abatido e sofrido,
flagelado por sua mente doentia.

Fragmentado,
disseminado,
perdido,
cercado.

A passos do trabalho está,
chamaram para um quase ponto de encontro,
descansa seus planos
vaga um dia por vez.

Talvez no fim fique sozinho,
já se lançou do precipício a um mês,
o vento frio já é seu fregues

E corre...
segue
escorre
seque
sangue
cicatriza
imagina
um sonho azul
Dorme pois meus braços já não são os únicos,
já existe dúvida nas palavras que digo.

Dou lugar a outro por ora,
dorme sem demora,
o último beijo e sorriso
não mais meus.

Mas quem sabe o pensamento

Pão da Vida

Jesus repartiu o pão com seus discípulos e disse
'Tomai e comei, fazei isso em memória de mim'

E foi assim que parti

Essência que queria ser apenas do criador,
inteiro crescido,
dividido,

Bendita sois vós entre as mulheres
também homem,
faço o bem,
porém o que quero para agora não tenho,
mas amanhã terei,
amém

Lampada para os meus pés é a tua palavra,
e respiro para viver mais um dia,
aquece em meu peito esperança,
alegria e segurança,
certeza rara hoje.

Tudo é possível para aquele que crê,
cri tanto que senti,
vi,
andei pelo mar,
subi em carros de fogo.

Portanto vigiais, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir

Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã,
porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo.
Basta a cada dia o seu mal.