face de david- michelangelo

face de david- michelangelo
A face seca cede à curiosidade que entorpece os sentidos, focando o vívido olhar ao longe até se perder nas brumas de seus pensamentos distantes

sábado, 22 de julho de 2017

Perigeu

Meu corpo sente
responde quente ao desejo do teu.

O ar é morno,
fecho os olhos e escrevo,
sentindo o cheiro morno da terra,
madeira e do verde,
do recém colhido e o perfume que se aproxima,
meu sorriso brota antes de te ver,
sou surpreso por seu sorriso,
me aperta firme e me gira pra um beijo,
sabe bem e me guia ao que almejo,
a mão desliza para tua rigidez,
agora sou seu Martinez...

Reclamo meu prêmio,
abro tua calça num canto,
o cheiro da serragem e da tua pele,
cheiro do teu sexo me impele,
quero foder na pele,
me eleve,
me macere num beijo apoiado,
me deixa molhado enquanto passam trabalham distante,
abafa minha boca e me come com pressa,
tenho suas peças,
senta,
cavalgo,
apoio em suas pernas,
me elevas...

Seguro seu rosto com as duas mãos,
te beijo enquanto você me faz pulsar,
mordo sua boca pra não gemer,
me quer ver tremer,
te olho,
te beijo,
suspiro,
mordo,
aperto,
te trago pra perto,
anuncio que tá perto,
você me espera até meu limite,
até meu corpo encima do seu envergar,
eu pulso e vibro não aguentas e me inundas,
violento meu peito se mexe,
tu sua,
sorrio,
te amo menino,
me suja de serragem,
lambo tua testa e colo serragem também,
te beijo,
respiro,
você todo meu,
eu somente seu sorrindo.

Se todos os dias fossem assim,
mas bom que dias diferentes acontecem,
faltam muitos lugares pra gente
colar as costas,
se apertar
e transar.

Amor nasce no campo
nasce também na cidade
mas floresço contigo,
sou seu menino,
só seu.


David Martinez


Nenhum comentário:

Postar um comentário